workimg

Serviços de teste de software flexíveis, ágeis e proativos.

O TestCenter DBServer é uma unidade operacional especializada em controle de qualidade e testes de software, com instalações e equipe capacitada para certificação de qualidade de software, atuando externamente aos projetos na garantia da qualidade das homologações dos sistemas de seus clientes.

Possuindo mais de 18 anos de experiência em projetos específicos de testes de software, o TestCenter provê o respaldo técnico e processos de trabalho especializados no atendimento a grandes contas, tais como Banrisul, Cia de Petróleo Ipiranga, Lojas Renner, Paquetá, Randon Consórcios, Sicredi e Visanet. Essa carteira de clientes também conta com importantes empresas do cenário internacional, como Dell, HP e Sonae/Tlantic, para as quais a DBServer tem prestado serviços de qualificação de software para suas unidades no exterior.

Os serviços abrangem o ciclo de vida completo de testes de sistemas, incluindo:

  • Instalações e estrutura para execução remota de qualificação
  • Planejamento, definição e execução de testes
  • Testes automatizados
  • Avaliação de carga e performance de sistemas integrados
  • Consultoria em metodologia de qualificação de software
  • Inspeção de código
  • Customização de ferramentas para testes de caixa branca e caixa preta
  • Certificação de sistemas
  • Qualidade de Software

    A engenharia de software pode ser definida como um conjunto de princípios para desenvolvimento de um produto com alto nível de qualidade e confiança, que funcione de maneira eficiente. Para isso, a qualidade se torna o marco principal.

    Através de uma revisão e diagnóstico sobre o processo de desenvolvimento e qualificação atual da empresa é possível:

    • Avaliar e auxiliar a empresa na implantação de melhoria contínua para a qualificação dos sistemas;
    • Propor soluções e mudanças específicas para as áreas julgadas mais críticas;
    • Mapear os Problemas e deficiências;
    • Definir os Cenários de atuação;
    • Definir indicadores;
    • Entender e propor processos que melhor se adequem à realidade e particularidades de cada time.

    Com uma análise detalhada e mapeamento dos principais ofensores, é possível definir importantes cenários de atuação, colocando-os numa prioridade para implantação. Dentre os principais cenários, estão:

    • Diminuição dos problemas de performance em produção;
    • Testes de regressão automatizados;
    • Entregas das sprints no prazo e com qualidade;
    • Diminuição do backlog de defeitos;
    • Redução de defeitos em produção;
    • Cobertura adequada de testes;
    • Adoção de SLA´s para correção dos defeitos.

    Indicadores de Qualidade X Indicadores de Processo

    Os indicadores de qualidade demonstram os níveis de cobertura da demanda considerando a quantidade de defeitos abertos na etapa de homologação, enquanto que os indicadores de processos demonstram a evolução do processo de qualificação.

    Com a definição e padronização de indicadores os times garantem o acompanhamento e visibilidade necessários durante todo o projeto.

    Abaixo, estão alguns dos indicadores que podem ser usados para medir e avaliar a qualidade do sistema e dos processos.

    Independente da metodologia utilizada para o desenvolvimento de software os times precisam trabalhar para a Qualidade do Produto, fomentando práticas de Testes e Automação, criando um ambiente colaborativo que estimule a disseminação de informações, passagem do conhecimento e o reuso de conhecimento para obter vantagem competitiva através do domínio do negócio e dos processos.

    Todos os envolvidos no projeto precisam ter acesso a base de informações. Assim, o aproveitamento das equipes será maximizado e os benefícios serão visíveis: